Marcelo "muito feliz" com meta do défice para 2018

13.04.2017

|

Actualidade

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, não esconde a felicidade com a perspectiva de o Governo apresentar a meta de 1% de défice em 2018.

À chegada ao Senegal, para uma visita de Estado, o Marcelo Rebelo de Sousa comentou a notícia do semanário Expresso, segundo a qual o Programa de Estabilidade, aprovado esta quinta-feira em Conselho de Ministros, prevê uma quebra no défice para metade do registado em 2016.

"Não é suposto fazer nenhum comentário sobre o que se passa em Portugal, mas, se me pergunta se fico feliz, fico muito feliz", diz Marcelo à Antena1.

A revisão em alta do crescimento económico neste e no próximo ano é um dos factores que contribuiu para a redução do défice. Outro factor é a queda prevista da taxa de desemprego para 9,3%, no ano que vem.

Segundo o Expresso, o Programa de Estabilidade seguirá para Bruxelas e serve de base para o Orçamento do Estado, também revê os objectivos para este ano.

2017 deverá terminar com um défice de 1,5%, com a economia a crescer 1,8% e com uma taxa de desemprego de 9,9%.

Rádio Renascença