Marcelo convoca Conselho Superior de Defesa e Conselho de Estado

07.07.2017

|

Actualidade

O Presidente da República convocou para 21 de Julho duas reuniões, uma do Conselho Superior de Defesa e outra do Conselho de Estado. O Conselho de Estado será sobre a situação política e económica nacional e internacional.

Estes encontros deviam ter acontecido em Junho, mas, devido à tragédia dos incêndios de Pedrógão Grande, não foram marcados na periodicidade trimestral iniciada por Marcelo.

"São adiamentos com as mesmas agendas. Estavam previstos para a altura que ocorreu a tragédia [de Pedrógão Grande], por isso entendi que deviam ser adiados os dois, e foram adiados para o dia 21. A agenda da reunião é diversa, são vários temas políticos e militares que estavam na agenda anterior, no caso do Conselho Superior de Defesa Nacional e essencialmente a situação económica e financeira nacional e internacional" para o Conselho de Estado, afirmou.

Questionado sobre se o furto de material de guerra de Tancos estaria também na agenda, o Presidente disse apenas que não se iria pronunciar sobre o assunto antes da reunião.

As reuniões, que terão lugar depois da viagem que Marcelo Rebelo de Sousa vai fazer ao México, entre os dias 16 e 18, sucedem-se a alguns episódios que têm afectado a imagem das Forças Armadas, nomeadamente o furto de armas de guerra, em Tancos, e um alegado esquema de corrupção nas messes militares que envolverá altas patentes.

As reuniões trimestrais daqueles dois órgãos habitualmente realizam-se no mesmo dia.

Rádio Renascença