Governo admite alívio de IRS ​para famílias do segundo escalão

07.06.2017

|

Governo

O ministro das Finanças admitiu esta quarta-feira que está a estudar para o Orçamento do Estado (OE) de 2018 uma medida que garanta algum "alívio fiscal" às famílias de menores rendimentos, nomeadamente as que integram o segundo escalão do IRS.

"É comummente aceite que as famílias de menores rendimentos, em particular no segundo escalão [de IRS], têm uma taxa marginal de imposto muito elevada. Estamos a desenhar uma medida que vai ao encontro de uma necessidade de alívio fiscal nesse intervalo de rendimentos", declarou Mário Centeno.

O governante respondia, na sede do PS, em Lisboa, a perguntas que os internautas iam fazendo nas redes sociais Twitter e Facebook.

Centeno reconheceu que estão a ser preparadas para o orçamento do próximo ano "alterações ao nível do IRS que poderão passar pela criação de novos escalões".

E concretizou: "É importante perceber como podemos melhorar" a situação fiscal portuguesa "para enfrentar as dificuldades" que a política do fisco e dos impostos possa resolver.

Rádio Renascença