Rui Moreira recusa apoio do PS nas autárquicas

05.05.2017

|

Partidos

A recandidatura de Rui Moreira à Câmara do Porto vai prescindir do apoio socialista. O independente rompeu com o PS após as declarações de Ana Catarina Mendes.

A decisão foi tomada, na noite desta quinta-feira, confirmou a Renascença junto de fonte da candidatura.

A secretária-geral adjunta do PS disse ao Observador que “na noite eleitoral todas as vitórias dos candidatos do PS e das listas que o PS integra serão vitórias dos socialistas”, na sequência de uma pergunta concreta nesse sentido. Declarações semelhantes já tinham sido feitas ao “Expresso” e, nessa altura, Moreira tinha deixado o recado de que não haveria “jobs for the boys“.

Para a comissão política do autarca, que tomou a decisão por unanimidade, as declarações poderiam pôr em causa a independência do movimento e condicionar a elaboração das listas.

“A Comissão Política não aceita condicionalismos, porque isso coloca em causa a independência da candidatura”, explicou à agência Lusa fonte daquela estrutura “Rui Moreira – Porto, o Nosso Partido”.

Palavras mal interpretadas

Na entrevista publicada pela Lusa na quinta-feira, Ana Catarina Mendes é questionada sobre se o PS tenciona contabilizar para si os votos que a lista de Rui Moreira obtiver no Porto, respondendo que, se essa foi a interpretação retirada da entrevista concedida ao Observador, então ter-se-á "exprimido mal".

"Na noite eleitoral festejaremos as vitórias do PS. Evidentemente que a vitória no Porto do doutor Rui Moreira será a vitória do doutor Rui Moreira, mas não deixaremos de a festejar uma vez que apoiamos a sua recandidatura", justificou a secretária-geral adjunta à Lusa.

Rui Moreira foi eleito presidente da Câmara do Porto em 2013, tendo elegido seis vereadores da lista independente com que se apresentou na corrida eleitoral em que contou com o apoio do CDS. O autarca fez um acordo pós-eleitoral com o PS com vista a garantir a governabilidade da cidade, atribuindo pelouros a dois dos três vereadores socialistas eleitos para a Câmara do Porto: Manuel Pizarro, líder da Federação Distrital do PS, tem o pelouro da Habitação e Acção Social e Manuel Correia Fernandes tem a cargo o Urbanismo.

Esta manhã, na Renascença, Rui Moreira não escondia desconforto quando questionado sobre a polémica.

As eleições autárquicas estão marcadas para 1 de Outubro.

Rádio Renascença